Notícias**Mais debates sobre Hollywood+China no cinema

Bem essa notícia da sequência meu post anterior sobre “Cinema chinês perdendo a originalidade?”, continuando no evento que se deu no ultimo dia 20 em Shanghai o 13º Shanghai International Film Festival, que teve muito debate bom sobre o futuro do cinema com grandes nomes tanto de hollywood como da China.

Diretor Feng Xiao Gang

O papo da vez do evento foi sobre o fator Hollywood que o cinema chinês esta tendo nesses ultimos anos e foi levantada a pauta no evento “Colaboração de Hollywood e China”, o maior debate entre um acordo entre empresas chinesas de cinema com as Norte Americas se deu com o pop-man-director Feng Xiao Gang e o produtor executivo Harvey Weinstein. E graças a Feng Xiao Gang o debate esquentou!

Weinstein propôs a ideia de que uma parceria entre essas duas vertentes do cinem internacional se unissem para prover filmes de maior qualidade ao publico, inovações tecnologicas e fazendo assim que o mercado para ambos crescessem como um só; citou casos de filmes que deram muito certo no mercado ocidental como Heroi de Zhang Yimou (estrelando Jet Li), e o cultuado O tigre e o dragão, filmes que cairam no gosto do publico e rendem até hoje para a industria.

Feng Xiao Gang como muitos outros que citei no post da noticia anterior, discordou de Weinstein e o rotulou de “uma fraude aos olhos dos diretores locais”, esquentando a conversa mas logo em seguida Weinstein teve de abandonar o debate por conta de compromissos. Feng Xiao Gang continuou com o raciocinio de que parcerias como a que Weinstein citou não dariam certo nem em sonhos, comercialmente e artisticamente, primeiro por que segundo Feng os diretores chineses tem visões do cinema diferente e seu próprio jeito de trabalhar com certos temas; em segundo citou o fator cultural, pois o publico chinês ou asiatico em geral prefere algumas histórias que o publico ocidental ou não gosta ou não compreende por não fazer parte da realidade cultural ou social deles.

Harvey Weinstein

Dando um exemplo do que Feng quis dizer cito aqui o filme Assembly dirigido pelo próprio não teve grande alcance no publico ocidental por tratar de temas que correspondem a história chinesa e sua política interna, assim como temas sobre honra e patriotismo; temas assim realmente não dariam certo. O diretor continuou defendendo a opinião de que parcerias com grandes estúdios hollywoodianos não ajudariam no crescimento do cinema chinês mas sim o prejudicaria e teríamos temas pré-fabricados para serem usados internacionalmente.

O diretor encerrou seus fortes comentários com a otima deixa de segundo suas próprias palavras:

“Wood Allen considera que as audiências chinesas vão entender suas piadas sobre Nova York quando escreve seus scripts?Porém ele continua sendo bem vindo.”

O que dizer desse ultimo comentário? encerrou a discussão para quem discorda do ponto de vista de que cinema e seus realizadores devem focar nas suas audiências e não querer dominar o mundo como em diversos filmes de ficção científica.

Anúncios