Review**True Legend

Novo filme de Yuen Woo-Ping estrelando Vincent Zhao Wen-Zhou, Zhou Xun, Andy On Chi-Kit, Guo Xiao-Dong, Michelle Yeoh, Jay Chou, Yan Ni, Cung Le, Leung Ka-Yan, Gordon Liu Chia-Hui, Jiang Lu-Xia, Liu Genghong, David Carradine, Jack Henry, Li Zi, Suen Han-Won… Ufa é essa galera toda ae… nomes de ponta e estrelas do cinema asiático musical e cinematográfico estão nesse filme de ação e wuxia que em muita comunidades de cinema do gênero teve um hipe altissimo. A seguir minha opinião sobre a ocorrência.

Novo Blockbuster True Legend é bom?

Bem com um elenco desses logo taxamos o filme de blockbuster, e realmente é, com seu DVDe bluray numero um em vendas durante semanas no site de vendas YES Asia, porém parte da critica não gostou muito do filme e as criticas foram um tanto pesadas; mas como eu sou chato quando vejo uma critica e sempre acho que quem escreveu é um critico formado de “oclinhos” e só elogia filme cult (ou pseudo-cult) eu resolvi conferir.

da esquerda para direita Michelle Yeoh,Andy On Chi-Kit e Vincent Zhao Wen-Zhou

A história de True Legend pode ser divida em duas metades a primeira um filme ao melhor estilo Once Upon a Time on China (Era uma vez na China com Jet Li) só que com uma trama sem estrangeiros, e a segunda metade como um Ip Man (O Grande Mestre) só que improvisado. A primeira metade narra a historia de Su Can ( Vincent Zhao Wen-Zhou) um militar bem sucedido que retorna para casa após uma grande batalha como herói, seu companheiro e cunhado Yuan Lie (Andy On Chi-Kit) é consumido por uma absurda inveja e magoas de um passado pois o mesmo é filho adotado do pai de Yuan e nutri uma vingança pois sabe que o pai que o adotou foi quem matou seu pai biológico. Yuan Ling (Zhou Xun) irmã de Lie é uma moça prendada que cuida do único filho dela com Su como uma ótima mãe sempre o faz, porém a vingança de Lie se aproxima e culmina em uma carnificina.

Spoilers
Lie volta da guerra tempos depois de Su e esta mudado, desenvolveu a técnica pela qual seu pai teve que ser morto, “Sete Venenos”, Lie mata seu pai adotivo e derrota Su em uma luta jogando ele numa correnteza de um rio, sua irmã Yuan Ling pula atras de Su, o filho do casal é então adotado por Lie; Su e Ling passam a viver nas montanhas com ajuda da bondosa curandeira Yu
(Michelle Yeoh), Su consumido pela derrota e a perda do movimento do braço direito causado por um golpe dos “sete venenos”, enlouquece em um treinamento imaginário onde ele imagina um mestre e “o Deus do WuShu”(Jay Chou) , que deve ser derrotado para conseguir as habilidades necessárias para derrotar Lie, Yuan Ling sua esposa decidi depois de muito tempo (não cita quanto tempo mas passa-se ao menos alguns aninhos), buscar seu filho das garras do irmão malévolo, pois ela crê que seu marido Su esta louco,Su Can nota que sua esposa corre grande perigo indo sozinha e vai ate ela após derrotar finalmente Wushu God no treinamento.

"o Deus do WuShu"

Ele se defronta com Lie que antes da luta enterrou viva Ling sua irmã (belo irmão esse hein). Ling morre sufocada no caixão ate a luta acabar e Su vence Lie em ótimas cenas de luta entre os dois mantendo a qualidade do filme nesse quesito altíssima.
Bem chega de spoilers atá aqui já deu pra perceber que essa parte da historia é bem clichê, vingança a morte de familiares, luta por vingança da vingança da morte de familiares.

É aqui que a historia desanda na segunda metade Su vira mendigo e se transforma num andarilho nas ruas e reencontra um de seus antigos amigos de guerra, já estamos anos a frente na China com a chegada dos britânicos ao país; Su acaba entrando em um torneio que conta com a participação de David Carradine como empregador de lutadores britânicos, torneio esse entre britânicos e chineses, um torneio sangrento em um prédio em meio as ruas. Bem essa parte da historia pode se resumir em uma luta , muito drama de um homem destroçado pelo que perdeu no passado, e patriotismo pois ele quebra a cara dos britânicos que subjugam os chineses da época. Só isso.

Fim dos Spoilers e veredito

Nota-se uma absurda mudança e a falta de um “meio-pro-final” mais empolgante, tecnicamente o filme é algo maravilhoso de se ver, cenas de lutas com muito Wire-Fu e CGI juntos, muita coisa boa, atuações bem legais, um filme realmente empolgante, mas só ate sua primeira metade, depois disso o filme cai num abismo; Su não tem mais expectativas para um futuro, as lutas finais não empolgam por não terem muito significado. Por fim True Legend é um ótimo filme para o fim de semana, recomendo muito, mas espere muitos e muitos clichês, nada de novo, nenhuma atuação brilhante, e muito menos um enredo digno, os personagens não transmitem carisma, você não torce por eles, você apenas os acompanha em seqüências de lutas e mais seqüências de luta, as quais você torce pra ver cada vez mais (há varias), pois é o que o filme melhor tem a oferecer. Não superou as expectativas que todos queriam mas se prova um filme divertido pra quem quer algo descomprometido em geral.

Nota 5

Anúncios